Mapeamento do uso do solo da subárea do Endorreico Cubango Okavango - Cuando Cubango (Angola)

Augusto Futi, Isau Alfredo Bernardo Quissindo

Resumo


DOI

R E S U M O

 

Os estudos voltados para uso e ocupação dos solos tornaram-se imprescindíveis para a compreensão das formas pelas quais o espaço geográfico e a sua vegetação está sendo ocupado e explorada. Deste modo, o objetivo foi mapear o uso de ocupação do solo da Subárea do Endorreico Cubango-Okavango do Cuando Cubango, com vista a subsidiar melhorias nos âmbitos de conservação ambiental e desenvolvimento socioeconômico na região. A metodologia adotada para o mapeamento do uso de ocupação do solo foi a delimitação do Endorreico Cubango-Okavango georreferenciando, sobreposto e recortada o ficheiro da bacia hidrográfica do Okavango com o ADP do Cuando Cubango e dos rios que o atravessam e por último foi feito a digitalização e mapeamento utilizando software computacional Arcgis 10.5 a composição colorida RGB usando as imagens do período 2011 à 2015 do satélite Landsat-7 ETM + Bands e as imagens do período de 2015 à 2021 do satélite Landsat-8 OLI and TIRS Bands. Os resultados mostram que o Endorreico Cubango-Okavango ocupa uma área superior a 50% da superfície total da província do Cuando Cubando e apresenta o aumento da predominância das classes das savanas de 27,5% à 29,2% da área total do Endorreico e dessa área levou a ocupação das matas tropicais e subtropicais reduzindo dos 15,1% para 12,3% de cobertura florestal.

 

Palavras-chave: Endorreico Cubango-Okavango, Cuando Cubango, uso de ocupação do solo, SIG, Sensoriamento remoto.

 

Land use mapping of the Endoreic Cubango Okavango subarea - Cuando Cubango (Angola)

 

A B S T R A C T

 

Studies aimed at land use and cover have become essential for understanding the ways in which the geographic space and its vegetation are being occupied and explored. Thus, the objective was to map the land use of the Cubango-Okavango Endorreico Sub-area of the Cuando Cubango, with a view to subsidizing improvements in the areas of environmental conservation and socioeconomic development in the region. The methodology adopted for the land cover use mapping was the delimitation of the Cubango-Okavango Endorreic georeferencing, overlaying and cropping the Okavango river basin file with the ADP of the Cuando Cubango and the rivers that cross it, and finally, the digitization and mapping using computer software Arcgis 10.5 the RGB color composition using images from the period 2011 to 2015 from the satellite Landsat-7 ETM + Bands and the images from the period from 2015 to 2021 from the satellite Landsat-8 OLI and TIRS Bands. The results show that the Cubango-Okavango Endorreico occupies an area greater than 50% of the total surface of the province of Cuando Cubando and shows an increase in the predominance of the savanna classes from 27.5% to 29.2% of the total area of the Endorreico and from this area led to the occupation of tropical and subtropical forests, reducing the forest cover from 15.1% to 12.3% Keywords: Endorreico Cubango-Okavango, Cuando Cubango, Land use, GIS, Remote Sensing.

Palavras-chave


Endorreico Cubango-Okavango, Cuando Cubango, uso de ocupação do solo, Sistema de Informação Geográfica, Sensoriamento remoto

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


Araújo, G. H. de S.; Almeida, J. R. de; Guerra, A. J. T. (2010). Gestão ambiental de áreas degradadas. 5°. ed. rev., Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 322 p.

Blackie R, Baldauf C, Gautier D, Gumbo D, Kassa H, Parthasarathy N, Paumgarten F, Sola P, Pulla S, Waeber P e Sunderland T. (2014). As florestas tropicais secas: O estado de conhecimento global e recomendações para futuras pesquisas. Documento para Discussão. Bogor, Indonésia: CIFOR.

Diniz, A. C. (1973). Características mesológicas de Angola. Missão de Inquéritos Agrícolas de Angola, Nova Lisboa.

Fiorese, C. H. (2021). Uso e ocupação do solo na sub-bacia hidrográfica do Córrego Independência, no município de Mimoso do Sul-ES, Brasil. S.n.: ES.

Huntley, B. J. (1974). Vegetation and Flora Conservation in Angola. Ecosystem Conservation Priorities in Angola. Ecologist’s Report 22. Repartição Técnica da Fauna, Serviços de Veterinária, Luanda, Relatório mimeografado, 13 pp.

Huntley, B. J. (2010). Estratégia de Expansão da Rede de Áreas Protegidas da Angola / Proposals for an Angolan Protected Area Expansion Strategy (APAES). Relatório não publicado, Ministério do Ambiente, Luanda, 28 pp. + mapa.

Jones, A., Breuning‑Madsen, H., Brossard, M. et al. (2013). Soil Atlas of Africa. Publications Office of the European Union, Brussels. S.n.: Bruxelas.

Lehner, B., Grill, G. (2013). Hidrografia global de rios e roteamentos de rede: dados de linha de base e novas abordagens para estudar os grandes sistemas fluviais do mundo. Hydrological Processes, 27 (15): 2171-2186. Os dados estão disponíveis em www.hydrosheds.org.

M. Pröpper, A. Gröngröft, M. Finckh, S. Stirn, V. De Cauwer, F. Lages, W. Masamba, M. Murray-Hudson, L. Schmidt, B. Strohbach e N. Jürgens (2015): The Future Okavango – Conclusões, Cenários e Recomendações para Ações. Síntese do Relatório Final do Projeto de Pesquisa, 2010 a 2015, 199 pages.

Mendelsohn, J., Weber, B. (2015). Moxico: An Atlas and Profile of Moxico, Angola. Raison, Windhoek, 44 pp.

Nascimento, T. V. do.; Fernandes, L. L. (2017). Mapeamento de uso e ocupação do solo em uma pequena bacia hidrográfica da Amazônia. Ciência e Natura, Santa Maria, v. 39, n. 1, p. 170-178, jan./abr.

Novais, J., Moura, C. F., Souza, S., & Torres, C. J.. (2016). Mapeamento DO Uso e Ocupação do Solo na Bacia do Rio Verruga - BA. Enciclopédia Biosfera, 13(23).

Santos, A. L. C., & Santos, F. D. (2010). Mapeamento das classes de uso e cobertura do solo da bacia hidrográfica do Rio Vaza-Barris, Sergipe. Revista Multidisciplinar da UNIESP: Saber Acadêmico, 10, 57-67.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Sensoriamento Remoto | ISSN: 2675-5491

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn