Avaliação da capacidade de enfrentamento à seca: o exemplo da província de La Rioja (Argentina)

Danielle Gomes da Silva Listo, Claudia Eleonor Natenzon, Fabrizio de Luiz Rosito Listo

Resumo


R E S U M O

Como fenômeno natural, histórico e comum nas regiões áridas e semiáridas do mundo, as secas ocorrem gradativamente no espaço e no tempo. A capacidade de uma sociedade de se adaptar aos efeitos das variabilidades climáticas não é apenas dinâmica, mas também depende de vários fatores inter-relacionados, incluindo instituições governamentais e sua capacidade de gerenciá-las, renda nacional, saúde e tecnologia disponível. A cada grande episódio de seca, gestores de recursos naturais e formuladores de políticas públicas destacam a complexidade das séries de impactos associados a esses eventos e a necessidade de uma gestão sob uma abordagem mais proativa baseada em riscos. Sendo assim, este trabalho busca estabelecer a capacidade de enfrentamento da população à ocorrência de eventos que induzem à escassez meteorológica na província de La Rioja, Argentina. A análise espacial baseia-se no método multicritério, e a ponderação das variáveis através do modelo Analytic Hierarchy Process - AHP. Assim, este estudo responde à necessidade de superar a falta de conhecimento sobre os riscos enfrentados pela população, e apoiar os governos no desenvolvimento de ações preventivas e planos de redução do risco de desastres, priorizando as suas ações com base nas necessidades de cada província, em uma perspectiva abrangente, mesmo face às alterações nos cenários climáticos associados às projeções SSP2-4.5 e SSP5-8.5, desde o IPCC até 2100.

 

Palavras-Chaves: Capacidade de enfrentamento; seca; variabilidade climática; semiárido; Argentina.

 

Assessment of drought coping capacity: the case of La Rioja Province - Argentina

 

A B S T R A C T

As a natural, historical, and common phenomenon in arid and semi-arid regions of the world, droughts occur gradually in space and time. A society's ability to adapt to the effects of climatic variability is not only dynamic but also depends on various interrelated factors, including governmental institutions and their capacity to manage them, national income, health, and available technology. With each major drought episode, natural resource managers and policymakers emphasize the complexity of the series of impacts associated with these events and the need for management under a more proactive, risk-based approach. Therefore, this study seeks to establish the population's coping capacity with the occurrence of events inducing meteorological scarcity in the province of La Rioja, Argentina. Spatial analysis is based on the multicriteria method, with variable weighting through the Analytic Hierarchy Process (AHP) model. Thus, this study addresses the need to overcome the lack of knowledge about the risks faced by the population and support governments in developing preventive actions and disaster risk reduction plans, prioritizing their actions based on the needs of each province in a comprehensive perspective, even in the face of changes in climate scenarios associated with the SSP2-4.5 and SSP5-8.5 projections from the IPCC until 2100.

 

Keywords: Coping capacity; drought; climate variability; semi-arid; Argentina.


Texto completo:

PDF (Português)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Sensoriamento Remoto | ISSN: 2675-5491

CC-BY 4.0 Revista sob Licença Creative Commons
Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn